Seguidores

Caminhoneiros terão que fazer exame toxicológico para renovar habilitação

ce37ffa1634eec99d78b5d8cb6f7fa40
Os motoristas que forem obter ou renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D e E serão obrigados, a partir de 30 de abril, a fazer exame toxicológico de “larga janela” – usado para verificar o consumo de drogas por longos períodos. Caso o laudo, que terá validade de 30 dias, constate o uso de drogas ou substâncias proibidas, o motorista será considerado inapto temporariamente.
O exame, que deverá ser feito em clínicas credenciadas pelo Departamento Nacional de Trânsito, vai testar, no mínimo, a presença de maconha e derivados, cocaína e derivados incluindo, crack e merla, opiáceos incluindo codeína, morfina e heroína, ecstasy (MDMA e MDA), anfetamina e metanfetamina.
Para conseguir a autorização para obter ou renovar a CNH, o motorista deve obter resultados negativos para um período mínimo de 90 dias, retroativos à data da coleta. Para o teste, serão coletados material biológico que poderá ser cabelos ou pelos; na ausência desses, unhas.
De acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada hoje (30) no Diário Oficial da União, os motoristas que não se submeterem ao exame também serão considerados inaptos temporários ou inabilitados enquanto não apresentarem o laudo negativo do exame toxicológico.
De acordo com o Contran, a medida ate nde a dispositivo da Lei 12.619, de 30 de abril de 2012, conhecida como Lei do Motorista, que obriga o condutor das categorias C, D e E a submeter-se a teste e a programa de controle de uso de droga e de bebida alcoólica, instituído pelo empregador, com a ciência do empregado.
JC

TCE ameaça processar presidentes de câmaras que não votarem contas de prefeitos

20140114031447_cv_tce_gdeA corregedoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e o Ministério Público de Contas (MPCO) iniciaram uma mobilização junto às Câmaras de Vereadores para votarem as prestações de contas dos respectivos prefeitos já analisadas pelo TCE. As Casas Legislativas terão que regularizar suas pendências até 2016. Caso os resultados das votações dessas contas não cheguem ao tribunal até o final desse prazo, os presidentes das Câmaras poderão ser processados por improbidade administrativa.
“Estamos encaminhando ofícios aos presidentes informando a situação. Caso esse prazo não seja cumprido, vamos solicitar que o Ministério Público processe esses vereadores”, informou o procurador geral do MPCO, Cristiano Pimentel.
O prazo pode parecer longo. No entanto, o balanço de contas do TCE, entre os anos de 2007 a 2012, mostra que as Câmaras pernambucanas ainda não votaram ou não informaram ao tribunal o resultado da votação de 423 prestações de contas de prefeitos, em um universo de 994 contas. O percentual é de 42,6%. Outras 571 foram votadas pelos vereadores.
Ao não julgar as contas, muitas delas com recomendação de rejeição por parte do TCE, as Câmaras impedem que o processo siga seu curso normal. Com a rejeição de suas contas, os prefeitos podem se tornar inelegíveis. Das 571 contas votadas pelas Câmaras, o TCE havia recomendado a rejeição de 205 (35,9%). E dessas 205 contas que o TCE recomendou a rejeição, 99 (48,3%) foram aprovadas pelos vereadores.
“Antes de 2012, as Câmaras aprovavam as contas rejeitadas pelo TCE em votações políticas, sem nenhuma justificativa jurídica. Mas tudo mudou com a aprovação da Lei da Ficha Limpa”, destacou Cristiano Pimentel.
A votação das contas por parte das Câmaras, levando em conta fatores jurídicos, já estavam previstas pela Constituição Federal de 1988. Mas os tribunais passaram a fiscalizar com mais rigor esse processo a partir da aprovação da Lei da Ficha Limpa, em 2010. “A primeira eleição após a aprovação ocorreu em 2012. Desde então, o TCE passou a exigir que cada vereador justificasse o seu voto com base em fatores jurídicos e que a Câmara informe sobre o resultado da votação”, disse Pimentel.
No entanto, diversas Câmaras não estão obedecendo essa norma. “Os auditores fazem um trabalho longo. Por muitas vezes, passam até um ano analisando as contas. Depois, o TCE envia tudo para a Câmara e muitas delas, simplesmente, não dão retorno”, lamentou o procurador.
( Jornal do Commercio )

Ex-prefeita de Santa Cruz se silencia diante das denúncias do vereador Carlos Romeiro

imagemO vereador e médico, Carlos Romeiro (PHS), da cidade de Santa Cruz da Venerada, fez duras denuncias sobre a gestão da ex-prefeita Eliane Soares (PR). No conteúdo da matéria divulgada no blog, o parlamentar denunciou que a ex-prefeita teria entregado uma herança maldita ao atual prefeito do município Gilvan Sirino, a qual chegaria a um montante de 12 milhões de reais. Segundo o parlamentar  esse fato teria deixado o prefeito Gilvan, completamente engessado.
O blog se coloca à disposição da ex-prefeita para colher os esclarecimentos.
Veja o conteúdo da denuncia do vereador
Será que Gilvan Sirino vai conseguir pagar o “câncer financeiro” deixado pela ex-prefeita Eliane Soares?
O médico e vereador Dr. Carlos Romeiro (PHS), de Santa Cruz da Venerada, revelou ao blog que o atual gestor do município Gilvan Sirino (PR) recebeu uma verdadeira herança maldita da gestão da ex-prefeita Eliane Soares(PR). Segundo o parlamentar, a ex- gestora não pagou o fundo de previdência e o INSS ( parte do empregado) e que o prefeito teria parcelado o débito até 2045 comprometendo a receita da prefetura para retirar o município do Calc.
Outro problema herdado pelo prefeito Gilvan Sirino seria as obras inacabadas e, faltando prestação de contas, que chegaria a um montante de 12 milhões de reais inviabilizando o município de celebrar novos convênios com os governos federal e estadual.
O parlamentar também foi enfático em dizer que Gilvan precisa conhecer a gravidade da doença do município e demitir os aliados de Eliane, que ficam dentro da gestão como vigias e repassando as informações para ex – gestora, engessando a gestão de Sirino.
“Será que Gilvan vai conseguir pagar esse “ câncer financeiro” deixado por Eliane?”, finalizou Romeiro.
Blog do Banana

TRE-PE abre seleção com 411 vagas para estudantes do ensino médio da rede pública

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) vai contratar 411 estudantes do ensino médio da rede pública estadual para atuar no cadastramento biométrico. Há vagas em vários municípios, mas o maior número está concentrado em Olinda, Paulista, Vitória de Santo Antão e Petrolina. O estágio é oferecido através de convênio com a Secretaria Estadual de Educação. Interessados devem se inscrever, gratuitamente, neste site. O prazo começa na próxima segunda (2) e vai até 13 de fevereiro

Segundo o TRE-PE, cada estudante selecionado receberá bolsa-estágio no valor de R$ 550 e auxílio-transporte. Para se inscrever, o aluno precisa estar cursando o 1º ou 2º ano do ensino médio, ter idade mínima de 16 anos e ter estudado em escola estadual em 2014. A previsão é que a lista de classificados seja divulgada em 5 de março, nos sites do TRE-PE e da Secretaria de Educação.


Fonte: 
G1 PE

Acusado de estuprar menina de 4 anos é preso pela PM no bairro Riachinho em Salgueiro

RICARDO ROCHA DA SILVA, acusado de estuproNa tarde da quinta-feira, dia (29), por volta das 16:00, a GT-II do  8ºBPM, comandada pelo Cb PM – Marijalbo, foi acionada para atender a uma ocorrência de estupro contra uma criança de 4 anos de idade, na Rua Antônio Alves Conserva, no bairro Nossa Senhora Aparecida (Riachinho) em salgueiro no Sertão de Pernambuco.

No local, com apoio do NIS-3, os integrantes daGuarnição Tática, tomaram conhecimento de que o fato teria ocorrido na manhã desta quinta, quando a criança, que havia passado a noite na casa de uma vizinha, foi acordada pelo suspeito, identificado comoRICARDO ROCHA DA SILVA, de 21 anos, natural de Belo Jardim-PE, amasiado, servente de pedreiro, o qual mora naquela residência e aproveitando-se da ausência da mãe da menina, teria praticado a violência contra a vulnerável de apenas 04 anos de idade, identificada pelas iniciais G.V.L.V., sendo o crime, flagrado pela genitora da menor, que chegou no momento em que o estuprador praticava o ato contra sua filha e em desespero, investiu contra o agressor, que fugiu do local e só foi localizado nesta tarde, escondido no interior do muro de uma das moradias da vizinhança.

No ato da prisão, o acusado portava uma faca peixeira, tentando se defender dos moradores que queriam fazer justiça com as próprias mãos, no entanto, com a chegada do policiamento, o incriminado resolveu se entregar. Durante a ação policial, os moradores daquela alameda, tentaram subtrair o acusado das mãos dos policiais, cercando o policiamento, dando início a um princípio de linchamento, que bravamente foi evitado pela força policial, conduzindo o incriminado para 193DPC de Salgueiro, aonde foi lavrado o flagrante.

A criança foi encaminhada para o Hospital Regional de Salgueiro, para a devida perícia. Nossa equipe flagrou parte dos moradores que se aglomeravam em frente à DPC, promovendo ameaças de linchar o acusado, sendo necessário o apoio de 02 guarnições do GATI do 8ºBPM para conter a movimentação. 

Fonte: 
Blog do Giro Sertão

Curso preparatorio de Agente Comunitário de Saúde


Aconteceu neste sábado(31), aulão no primeiro dia do curso preparatório de agente comunitário de saúde na escola Dom Idílio José Soares em Ouricuri, visando concurso público municipal.

Em conversa com Veroneide Coordenadora do curso, ela disse que o objetivo deste curso é preparar os alunos com qualidade de ensino para que faça uma prova com total segurança e assim aprendendo de uma maneira mais detalhada as atribuições do Agente Comunitário de Saúde.

Veroneide que já atua nessa área a 13 anos diz que a cada dia ver necessidade de capacitar os interessados por uma qualificação melhor e lembra que o nosso município tem muitas áreas descobertas precisando de mais Agentes Comunitários de Saúde.





Por Chico César

Veja: Empreiteiros querem levar Lula e Dilma à roda da Justiça

Os quatro executivos da construtora OAS, presos durante a Operação Lava-Jato, tiveram uma conversa capital na carceragem da polícia em Curitiba.
 
De acordo com a revista Veja, sentados frente a frente em uma sala destinada a reuniões reservadas com advogados, o presidente da OAS, Léo Pinheiro, e os executivos Mateus Coutinho, Agenor Medeiros e José Ricardo Breghirolli discutiam o futuro com raro desapego. 
 
Os pedidos de liberdade rejeitados pela Justiça, as fracassadas tentativas de desqualificar as investigações, o Natal, o réveillon e a perspectiva real de passar o resto da vida no cárcere levaram-nos a um diagnóstico fatalista. 
 
Réus por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa, era chegada a hora de jogar a última cartada, e, segundo eles, isso significa trazer para a cena do crime, com nomes e sobrenomes, o topo da cadeia de comando do petrolão. 
Com 66 anos de idade, Agenor Medeiros, diretor internacional da empresa, era o mais exaltado: “Se tiver de morrer aqui dentro, não morro sozinho”.
 
A estratégia dos executivos da OAS, discutida também pelas demais empresas envolvidas no escândalo da Petrobras, é considerada a última tentativa de salvação. E por uma razão elementar: as empreiteiras podem identificar e apresentar provas contra os verdadeiros comandantes do esquema, os grandes beneficiados, os mentores da engrenagem que funcionava com o objetivo de desviar dinheiro da Petrobras para os bolsos de políticos aliados do governo e campanhas eleitorais dos candidatos ligados ao governo. 
 
É um poderoso trunfo que, em um eventual acordo de delação com a Justiça, pode poupar muitos anos de cadeia aos envolvidos. “Vocês acham que eu ia atrás desses caras (os políticos) para oferecer grana a eles?”, disparou, ressentido, o presidente da OAS, Léo Pinheiro. Amigo pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos tempos de bonança, ele descobriu na cadeia que as amizades nascidas do poder valem pouco atrás das grades.
 
Na conversa com os colegas presos e os advogados da empreiteira, ele reclamou, em particular, da indiferença de Lula, de quem esperava um esforço maior para neutralizar os riscos da condenação e salvar os contratos de sua empresa. 
 
Léo Pinheiro reclama que Lula lhe virou as costas. E foi dessa mágoa que surgiu a primeira decisão concreta do grupo: se houver acordo com a Justiça, o delator será Ricardo Breghirolli, encarregado de fazer os pagamentos de propina a partidos e políticos corruptos. As empreiteiras sabem que novas delações só serão admitidas se revelarem fatos novos ou o envolvimento de personagens importantes que ainda se mantêm longe das investigações. Por isso, o alvo é o topo da cadeia de comando, em que, segundo afirmam reservadamente e insinuam abertamente, se encontram o ex-presidente Lula e Dilma Rousseff.

Fez piada com morte de Eduardo e foi suspenso

A Comissão de Ética Parlamentar da Câmara de Limeira (SP) suspendeu por 10 dias o vereador André Henrique da Silva, o Tigrão (PMDB), por quebra de decoro ao publicar uma piada na internet sobre a morte do candidato à presidência, Eduardo Campos (PSB). O parecer final foi dado na sessão de quinta-feira (29) e o Legislativo convoca o suplente Bruno Bortolan (PMDB) para assumir o gabinete no plenário enquanto o parlamentar estiver suspenso.

A relatora da comissão foi a vereadora Erika Tank (Pros). Na sessão de quinta-feira, o plenário votou dois quesitos. O primeiro foi a postagem de Tigrão em uma rede social, que mostra a presidente Dilma Rouseff (PT) com os dizeres "mandei derrubar mesmo e se reclamar mando derrubar o do Aécio", no dia 13 de agosto de 2014, logo após a confirmação de que o candidato do PSB havia morrido em uma acidente aéreo. De acordo com a assessoria do Legislativo, foram 14 votos favoráveis à suspensão e quatro contra.


O vereador Tigrão afirmou por telefone ao G1 que se surpreendeu com a decisão da comissão de suspender suas atividades por dez dias. "Eu já havia pedido desculpas, acho que não precisava disso, a cidade está cheia de problemas, tem coisas mais importantes para pensar", explicou.

Homem é preso após se masturbar e ejacular em passageira: “Sou pai de família”

Um homem foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira (30) após encostar as partes íntimas e se masturbar numa passageira em um ônibus no bairro da Pituba, em Salvador. O crime aconteceu na Avenida Paulo VI, num coletivo da empresa São Cristóvão que fazia linha reguladora Estação Pirajá.

De acordo com o delegado da 16º Circunscrição Policial da Pituba, o rapaz, Marivaldo Cosme dos Santos, 43 anos, foi preso em flagrante após os outros passageiros do coletivo presenciarem ele se masturbando atrás da vítima.

A mulher apontou Marivaldo, que chegou a ejacular na calça dela, gerando ainda mais revolta dos passageiros, que o agrediram bastante e o imobilizaram. Ainda segundo o delegado, Marivaldo Cosme será autuado por estupro, já que o ato sexual ou libidinoso forçado faz parte da nova lei incluído em 2009 do artigo 213 (estupro), e não é conjurado somente por penetração, a chamada conjunção carnal. Se for condenado, o acusado pode pegar de seis a 10 anos de prisão.

Em entrevista, Marivaldo se defendeu, negou qualquer acusações e limitou-se a dizer que estava “de pé” no ônibus, desconhecendo o fato de ter ejaculado na perna da passageira. Ele revelou ainda não ter passagens pela polícia, afirmou que estava indo ao trabalho, de pintor, na Pituba, e por fim defendeu-se: “Sou pai de família, minha filha tem 23 anos”.

Fonte: varelanoticias
Foto: Juh Almeida

Mais um caso de violência contra mulher é registrado em Ouricuri




Vitima, Maria Adriana da Silva Souza, encontrava-se na casa de sua mãe, a senhora Maria Aparecida da Silva Souza, que reside na rua Falconeri da Costa Holanda quadra B lote 21, Residencial São Sebastião.

Segundo informações colhidas no local, o ex companheiro da vitima acima citada, chegou por volta de 8hrs deste sábado(31), bateu na porta e ao abrir, Maria Adriana foi logo sendo agredida verbalmente e em seguida teve luta corporal com acusado por pré nome de Aílton, que quebrou tudo dentro de casa, se dirigiu até a cozinha pegou uma faca, e a golpeou por duas vezes e de imediato fugiu do local com destino ignorado, a vitima foi socorrida para o HRF(Hospital Regional Fernando Bezerra).

Breve mais informações do estado de saúde da vitima

Por Mauricio Nascimento