Seguidores

O que fazer se você não recebeu a segunda parcela do 13º salário

poVenceu no sábado (20) o prazo legal para o pagamento da segunda parcela do 13º salário. Deveriam receber o dinheiro extra todos os trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada, urbano, rural, avulso e doméstico e que prestaram serviço por mês, fração igual ou superior a 15 dias, além dos aposentados e pensionistas do INSS.
Mas nem todo mundo ganhou o pagamento. O que fazer, então? Reclamar, claro. Segundo a auditora fiscal do trabalho Simone Brasil, a partir desta segunda-feira (22), o plantão fiscal da SRTE/PE começa a receber as denúncias de não pagamento da segunda parcela do décimo. As empresas serão notificadas para apresentar os comprovantes de pagamento e serão autuadas.
A multa administrativa é de R$ 170,25 por empregado contratado. As denúncias podem ser feitas através dos telefones (81) 3427-7932 e (81) 3241-9401 ou por email (13salario.srtepe@mte.gov.br). Outra possibilidade é ir pessoalmente à sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Pernambuco (SRTE/PE), na Avenida Agamenon Magalhães, 2000, Espinheiro, no horário das 8h às 17h.

Coité: Mulher sofre tentativa de homicídio; após companheiro jogar gasolina e atear fogo


Deu entrada na emergência do Hospital Português, em Conceição do Coité, Maria Leane de Oliveira Mascarenhas, 34 anos, moradora na Avenida Tiburtino Ferreira da Silva, 93, bairro Alto da Colina, nesta cidade. A mulher foi vítima de uma tentativa de homicídio, quando sofreu várias queimaduras pelo corpo, depois que seu companheiro jogou gasolina e ateou fogo nela.
Capacete e roupas da vitima
Segundo informação de populares, Leone como é conhecida, estava em casa quando chegou seu companheiro e começaram a discutir, ele jogou gasolina na mulher que saiu correndo, em seguida a vítima tropeçou e caiu, se levantou novamente sendo alcançada pelo suspeito que ateou fogo.

Com o corpo em chamas, a mulher pediu socorro e foi levada para unidade de saúde, após os primeiros atendimentos, ela foi transferida para o Hospital Geral do Estado, em Salvador. O motivo do crime é o fim do relacionamento da vítima com o suspeito, que está sendo procurado pela polícia.

Redação Informe Bahia

Brasileiro é preso acusado de integrar Estado Islâmico

Um brasileiro de 18 anos convertido ao islamismo foi preso pela Interpol, acusado de integrar a facção radical Estado Islâmico, segundo informações publicadas neste sábado pelo jornal Folha de S.Paulo. O jovem, que é da cidade de Formosa, em Goiás, responderá processo na Justiça espanhola por terrorismo. A detenção foi na segunda-feira, mas a polícia espanhola revelou apenas ontem.
De acordo com o jornal, o brasileiro foi detido quando viajava da Catalunha, na Espanha, onde residia, à Síria, para lutar com o grupo extremista no país. Ele foi preso quando tentava cruzar a fronteira da Bulgária com a Turquia. Dois marroquinos que viajavam com ele também foram presos. Os três foram os únicos capturados de um grupo de 20 pessoas que deixou a Catalunha este ano para unir-se ao Estado Islâmico.
 
De acordo com o jornal, a os investigadores ficaram surpresos com a presença do brasileiro, já que ele é mais novo que a idade média do grupo – de 26 anos – e é o único dos 20 que não vem de um país com forte influência do islamismo. Segundo as investigações, o jovem se converteu ao islamismo na Catalunha. Depois, se radicalizou e começou a buscar informações sobre como integrar as fileiras do EI, diz o jornal.
 
O brasileiro e os dois marroquinos estão presos na sede da agência búlgara, e na segunda-feira o governo espanhol pedirá a extradição dos três à Espanha, diz o jornal.

Paulo Câmara promete concurso para policiais civis e militares

Em entrevista após a primeira reunião com o seu secretariado, neste sábado (20), o governador eleito Paulo Câmara (PSB) prometeu abrir concurso público para ampliar o quadro de policiais civis e militares em Pernambuco. O secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, que continuará no cargo, adiantou que vai fazer prova para selecionar 100 novos delegados.

A ideia do governador que assumirá o Palácio do Campo das Princesas no próximo dia 1º é iniciar o processo após o prazo final para chamar os aprovados no último concurso para PMs, realizado em 2009 e com validade em fevereiro de 2015.

No entanto, Câmara não informou mais detalhes sobre o certame. “É uma área que a gente vai estar permanentemente fazendo concurso, tanto para a Polícia Militar quanto para as outras polícias”, disse apenas.
Faltando pouco para deixar o cargo, João Lyra (PSB) autorizou a Secretaria de Defesa Social (SDS) a formar 500 novos policiais entre os aprovados no exame.

Um grupo que fez a prova esteve no Centro de Convenções nessa sexta-feira (19), na diplomação de Paulo Câmara e dos outros eleitos em Pernambuco, levando mensagens positivas ao socialista, apesar da reivindicação de convocar mais PMs. (JC)

Operação policial prende acusados de tráfico e assaltos em Araripina, Sertão de PE


Do Revista Geral

Uma equipe de policiais do GATI - Grupo de Apoio Tático Itinerante - realizou operações contra o crime organizado na tarde desta sexta-feira(19), na cidade de Araripina, no Sertão de Pernambuco. Em uma dessas operações, a polícia desarticulou uma quadrilha de quatro pessoas acusadas de praticar roubos e de controlar o tráfico de drogas na cidade.

A equipe tática chegou até os acusados através de uma denúncia anônima, e efetuou a prisão em flagrante da quadrilha no momento em que eles embalavam os papelotes da droga para comercialização. Alguns indivíduos tentaram fugir da abordagem mas foram cercados pelos policiais. Foram apreendidos na operação 02 revolveres, 18 munições intactas, 02 celulares, 70g de cocaína e uma balança de precisão. Entre os envolvidos está um menor de 17 anos.

Os quadro acusados foram levados à Delegacia de Polícia Civil em Araripina e atuados em flagrante. Eles responderam por associação ao tráfico, formação de quadrilha e pose ilegal de arma de fogo. 

*Colaborou Allyne Ribeiro

Operação Lava Jato: veja a lista dos políticos que podem estar envolvidos, três de PE

Ao menos 28 políticos apareceram até agora nos 80 depoimentos dados por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, durante as investigações da Operação Lava Jato – sobre suspeita de pagamento de propina envolvendo a Petrobras. A informação é do jornal "O Estado de S. Paulo".

Segundo a reportagem, há ministro e ex-ministros da presidente Dilma Rousseff, um governador, ex-governadores e parlamentares. Há dez nomes do PP, oito do PT, oito do PMDB, um do PSB e um do PSDB.

 lista inclui, por exemplo, o ex-ministro Antonio Palocci (PT), os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o atual ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, e ex-ministros Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Mário Negromonte (Cidades).

Confira a lista completa:
Antonio Palocci (ex-ministro/PT-SP)
Renan Calheiros (presidente do Senado/PMDB-AL)
Humberto Costa (senador pelo PMDB-PE e ex-ministro da Saúde)
Sérgio Guerra (ex-presidente nacional do PSDB)
Henrique Eduardo Alves (presidente da Câmara/PMDB-RN)
Edson Lobão (atual ministro de Minas e Energia/PMDB)
Gleisi Hoffmann (ex-ministra da Casa Civil/PT)
Mário Negromonte (ex-ministro das Cidades/PP)
Sérgio Cabral (ex-governador do Rio de Janeiro/PMDB)
Roseana Sarney (ex-governadora do Maranhão/PMDB)
Eduardo Campos (ex-governador de Pernambuco/PSB)
Tião Viana (governador do Acre/PT)
Vander Luiz dos Santos Loubet (deputado do PT-MS)
Alexandre José dos Santos (deputado do PMDB-RJ)
Luiz Fernando Faria (deputado do PP-MG)
José Otávio Germano (deputado do PP-RS)
Ciro Nogueira (senador pelo PP-PI)
João Pizzolatti (deputado do PP-SC)
Valdir Raupp (senador do PMDB-RO)
Romero Jucá (senador do PMDB-RR)
Benedito de Lira (senador do PP-AL)
Nelson Meurer (deputado do PP-PR)
Simão Sessim (deputado do PP-RJ)
Pedro Corrêa (ex-deputado pelo PP-PE)
Delcidio Amaral (senador pelo PT-MS)
Aline Lemos de Oliveira (deputada pelo PP-SP
Cândido Vacarezza (deputado pelo PT-SP)
Lindbergh Farias (senador do PT-RJ)

Justiça mineira expede mandato de prisão para Latino

A Justiça de Minas Gerais expediu um mandado de prisão contra Latino por causa de uma ação de alimentos da mãe de Ana Júlia, de 6 anos. A menina é fruto do relacionamento do cantor com a cabeleireira mineira Neusimar Cosendei. Agora, ele corre o risco de ser preso não só pelo atraso da pensão de Matheus, de 2 anos, filho com a ex-modelo Jaqueline Blandy.

No caso da ação favorável à mãe de Neusimar, o documento expedido pela Justiça autoriza que a polícia busque o cantor e que o detenha até que efetue o pagamento do valor estipulado na Justiça. O ofício, porém, ainda não foi entregue em nenhuma delegacia de polícia do Rio ou de São Paulo e, por isso, Latino ainda não é considerado foragido.


Para evitar ser encontrado, a agenda do cantor no site oficial foi excluída. O endereço dele em São Paulo também não consta nos autos.


Fonte: Extra - Globo

Pernambuco é o terceiro estado com mais prefeituras investigadas pela CGU

Pernambuco é o terceiro Estado com a maior quantidade de municípios fiscalizados devido a indícios de irregularidades em convêncios firmados com a União, ficando atrás apenas de Minas Gerais e da Bahia. De acordo com o balanço divulgado pela Controladoria Geral da União (CGU), entre janeiro de 2011 e 15 de dezembro deste ano, 232 ações de controle foram realizadas em 71 municípios do Estado.

Nos últimos três anos, foram concluídas 3.537 ações de controle visando verificar a correta aplicação dos recursos federais em todo o País. Um total de 941 municípios foram fiscalizados pela CGU, havendo uma maior concentração das ações investigativas nos estados de Minas Gerais (77 dos municípios fiscalizados), Bahia (72), Pernambuco (71), Mato Grosso (70) e São Paulo (66). Do mesmo modo, em relação à quantidade de ações de controle, destacam-se os estados do Maranhão (291), Mato Grosso (243), Bahia (239), Sergipe (239) e Pernambuco (232).

Em Olinda foram encontradas falhas com dano ao erário no valor de R$ 1.388.138,19 devido ao superfaturamento em contratos firmados com verba do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), destinadas à urbanização, limpeza, desobstrução de rios e canais, e melhoria das condições de habitabilidade ribeirinha. A CGU também verificou deficiências dos projetos de construção do Canal da Malária, paralisação e problemas no estado físico das obras, além de indícios de que os serviços foram iniciados sem o devido licenciamento ambiental. Segundo a secretaria de Assuntos Jurídicos de Olinda, todas as irregularidades foram corrigidas.

Por Beatriz Albuquerque, no Jornal do Commercio
Leia mais clicando aqui JC Online

PSDB critica presidente do TSE e diz que ele advoga para PT

O PSDB publicou nesta última sexta-feira (19) o que chamou de “análise” da atuação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, que afirmou nesta quinta (18), durante discurso na cerimônia de diplomação da presidente Dilma Rousseff (PT) e do vice Michel Temer (PMDB) que "não haverá terceiro turno" nas eleições de 2014.
O PSDB pediu nesta quinta ao TSE a cassação do registro de candidatura de Dilma e Temer. Os tucanos, que alegaram que a campanha petista fez uso da máquina administrativa e praticou abuso do poder econômico durante a campanha, solicitaram que a Corte diplomasse Aécio Neves e Aloysio Nunes para os cargos de presidente e vice-presidente da República, respectivamente.
“Com tantas suspeitas ainda pairando sobre a campanha que a levou à vitória em outubro, é no mínimo temerário que o TSE tenha lhe garantido o certificado. Talvez fosse diferente se um ex-advogado do PT não comandasse a Justiça Eleitoral brasileira”, acusou.
Para o principal partido de oposição ao governo do PT, Toffoli teria abandonado a postura que se espera de um magistrado “para envergar a toga de um militante político”. “A cerimônia ontem era de Dilma, mas quem ocupou a ribalta foi José Antonio Dias Toffoli”, criticou.

Novo extintor para carros passa a valer a partir de 2015

Do JC 

A partir de 1º de janeiro de 2015, todos os veículos do País deverão estar equipados com extintores de incêndio do tipo ABC – aqueles que também são capazes de apagar fogo iniciado em materiais sólidos como bancos, tapetes e painel do automóvel. 

Os extintores presentes em carros mais antigos, do tipo BC, são eficazes no combate a incêndios causados por líquidos inflamáveis como gasolina, óleo diesel e fogo iniciado em equipamentos elétricos da fiação. A exigência para mudança nos extintores vale para carros, caminhonetes, utilitários, ônibus e caminhões. A lei foi provada em 2009, mas a obrigatoriedade só vai começar agora. Esse intervalo se fez necessário para que a indústria tivesse tempo suficiente para se adequar à nova realidade. Faz pelo menos três anos que os carros zero-quilômetro passaram a sair de fábrica com o novo tipo de extintor. 

O problema é que muitos postos de combustível venderam o modelo BC até bem pouco tempo e existe muito carro rodando com esse tipo de equipamento. “Desde o ano passado que não vendemos extintores do tipo BC. Mas, ainda hoje, é comum receber na loja clientes querendo recarregá-lo”, disse Valfredo Cordeiro, diretor da Recife Extintores. 

Os especialistas dizem que o aparelho ABC é mais eficiente e apresenta prazo maior de validade. Enquanto ele vale por cinco anos, os dispositivos do tipo BC vencem em três anos. Mas o consumidor também vai perceber uma desvantagem do novo em relação ao modelo antigo. Após a expiração do prazo de validade do extintor ABC, ele terá de ser descartado e o motorista precisa desembolsar entre R$ 75,00 e R$ 120,00 por um novo. No modelo BC, o dono do carro gasta R$ 20,00 em média, para fazer a recarga. Com a obrigatoriedade dos novos equipamentos, o Detran-PE promete ficar atento. “Nas nossas operações já fiscalizamos vários equipamentos obrigatórios pela lei. A partir de 1º de janeiro de 2015, os agentes vão passar a observar a presença dos novos extintores do tipo ABC em todos os veículos e punir quem estiver em desacordo com a legislação”, alertou Eric Augusto, chefe de fiscalização do Detran-PE. 

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir veículo sem equipamento obrigatório é infração grave, com multa de R$ 127,69. O motorista ainda leva cinco pontos na carteira de habilitação e o automóvel ainda será retido para regularização. A lei aplica a mesma punição para o condutor que estiver trafegando com o extintor fora do prazo de validade, vazio ou com lacre rompido.